Como E Por Que Fazer Um Blog?


Neil Patel: ‘Posso Gerar Milhões Com Qualquer Negócio No Brasil’


Pergunta - Como ou o que você faz pra aprender com seus concorrentes? Resposta - Não importa que tipo de negócio você tem: você sempre tem que permanecer de olho no que a concorrência está fazendo. Entretanto alguns líderes empresariais passam em tão alto grau tempo investigando para o que a concorrência está fazendo que perdem o controle do caminho que tuas próprias companhias estão seguindo. Muita atenção despendida pra “o que será que eles estão fazendo prontamente? ” podes resultar em uma cultura corporativa estritamente reacionária, ao invés de uma cultura na qual serviços e produtos inovadores apontam o trajeto a ser seguido.


A construção de uma cultura de inovação necessita de que você olhe o equilíbrio e aprenda com os erros de seus concorrentes sempre que a progride com tuas próprias ideias. Na Virgin, nós provavelmente prestamos mais atenção aos nossos concorrentes no momento em que estamos considerando a probabilidade de gerar um novo empreendimento. Mais especificamente, nós olhamos pras fraquezas comuns de instituído setor - como por exemplo, nós nos perguntamos por que os compradores não estão satisfeitos com o que está disponível nas prateleiras das lojas.


  • 9/dez/2016 — O utilizador Marcos Elias de Oliveira Júnior é reeleito administrador

  • quatro Re: Reduzir informações em Classe:Strongman

  • Prepare uma base de clientes

  • um - Discernir novas possíveis palavras-chave pra reunir à tua campanha



É deste jeito que várias vezes eu simplesmente digo “dane-se - vamos fazer”. Muito de nosso modo de tomada de decisão é, normalmente, baseado em instinto e experiência, e não em números frios e pesquisas de mercado. Como nós mesmos assim como somos consumidores, nós sabemos o que estamos tentando reparar.


Os leitores convencionais desta coluna estão familiarizados com a história de que forma começamos a Virgin Atlantic, o automóvel-chefe de nosso grupo. A decisão de lançar uma companhia aérea foi consequência da minha frustração com os baixos níveis de atendimento que experimentei constantemente em novas companhias aéreas. Minha reação instintiva foi que a Virgin conseguiria fazer um trabalho melhor. E os freguêses nos mostraram sua aprovação ao abrirem tuas carteiras.


De acordo com nossa experiência, uma das razões mais comuns pra que organizações grandes e imediatamente acordadas comecem a falhar é a complexidade desnecessária. À quantidade que seus negócios se expandem, a burocracia dessas companhias se torna mais complexa, como também seus processos e procedimentos, o que influencia diretamente os clientes. Assim, os novos operadores do mercado não devem se amedrontar com o tamanho da concorrência, porém, em vez disso, eles precisam se concentrar em atender as necessidades dos compradores.


Nos Estados unidos, a frase “é como tentar expressar com a companhia telefônica” é usada no momento em que as pessoas querem retratar qualquer interação inútil com serviços de atendimento ao freguês. O poeta escocês Robbie Burns escreveu que se todos tivessem “o poder de se enxergar como os outros nos veem”, todos faríamos as coisas de outra forma.


Aplicada ao universo dos negócios, essa frase significa que, em vez de se concentrar no que tua concorrência está fazendo, você precisa olhar frequentemente para o concorrente de seu concorrente (ou seja, por ti mesmo!). Para ter uma consciência do que você poderia melhorar e onde você poderia inovar em sua corporação, tente comprar anonimamente os produtos ou serviços de tua empresa e, posteriormente, tente utilizá-los. Se você tiver qualquer problema, entre em contato com o serviço de atendimento ao cliente - desde que, é claro, que você consiga comprar os dados de contato, cujos hiperlinks geralmente são complicados de encontrar pela maioria dos websites. No decorrer nesse procedimento, tome notas e registre os nomes de quem o atendeu. No momento em que estiver pronto, faça o follow up e analise com tua equipe: que mudanças ou inovações fariam seu serviço ou produto não apenas mais vantajoso pra seus consumidores, porém bem como mais agradável e notável? Será que as interações que você teve com os funcionários do departamento de atendimento ao consumidor de sua organização foram interações do tipo que você amaria que seus clientes tivessem? Como estas interações poderiam ser mais úteis?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *